12 de dez de 2008

QUEM NUNCA MIJOU NO RALO?

Há um ano e meio, mudei para o apartamento onde moro hoje. Uma das coisas que mais me intrigam nele é a banheira. Nada contra, ela é ótima – principalmente quando se entra com uma mulher, pois enche mais rápido e economiza água. Mas como a ducha fica acima da banheira, não tem ralo. Tem aquela tampinha de banheira, mas não um ralo convencional.

Pois isso acabou com um de meus hábitos de que mais sinto falta: mijar no ralo. As mulheres nunca vão entender, mas é sensacional urinar dentro do box e olhar com cara de desprezo para a privada. Talvez seja a primeira coisa fora da lei que fazemos na nossa vida, uma espécie de auto-afirmação. Para meu conforto, descobri um ralinho modesto logo atrás da porta. Não é a mesma coisa, é verdade. Mas evita que, num surto nostálgico, eu mije na pia.

Blog: PA-PUM

Nenhum comentário: